7 de nov de 2009

Bunny Industry.

Estamos na década de 50. Era uma vez um jovem chamado Hugh Hefner. Sem um dólar no bolso, pegou um empréstimo de 600 reais no banco. Lançou a primeira Playboy, que nem tinha número por não saber se daria certo. Claro que não, deu muito mais do que isso.
Minha paixão começou em 2005, vendo 'Girls of Playboy Mansion' na E! [Kendra Wilkinson, de longe, minha favorita!]. A partir de quando descobri que a mansão não era exatamente um 'party hard every day', procurei saber mais. Mesmo sendo feminista, sou a favor, por ser uma revista muuito mais nú artistico atrevevido do que uma revista erótica. Acho que se nao agradasse tambem ao público femenino, não teria dado ceerto. Sem contar o Hef, que ao invés de ser um tarado, é educado e um cavalheiro, como não se faz mais. Hoje, posso dizer que sou fã. Fã da história do Hef [ele casou virgem ! =O], fã da época de lançamento da playboy [vou fazer um post sobre isso depois !], fã da roupa de coelinha e do símbolo. [e, principalmente, fã da Kendra ^^]. Mas não gosto nem um pouco da Playboy brasileira. As playmates são modelos, atrizes ou dão a bunda [tipo umas mulheres melancias da vida], bem diferente da americana, onde a maioria são 'girls next door'. Sem contar a distância da Playboy brasileira da americana. Eu já vi playmates de países tipo Vietnã virando playmates do ano, o Brasil, praticamente não é citado. E não para por aí. A loja virtual NÃO ENVIA PARA O BRASIL! COMO PODE? *ataque cardiaco* [juro amor eterno a quem comprar coisas da lojinha para mim tambem ^^]. Já chorei por causa disso! [não estou brincando tá? u.u'] Me resta comprar só o que acho na C&A [TENSO! ¬¬'] [ou seja, 5 pijamas, 3 sutiãs, um chaveiro, e tipo.... 160 calcinhas xD~]

Hoje o cara tá milionário. E pensar que tudo começou por uma tara de mulheres vestidas de coelinhas....

2 comentários:

xicoarantez disse...

E OQUE VC ME DIZ DA BRUNA SURFISTINHA EINH?? SUA IDOLA NUMERO 1??

Tainá disse...

hahahaha, quem é essa? Nao conheço naao !