7 de nov de 2009

Histórias de amor inacabadas.

Não que eu seja romântica [LONGE DISSO OKEY] mas essa semana estou inspirada. Post 'Amigos Perdidos', e agora isso. hahahah, maldita tpm ¬¬''

Confesso que sou fã de histórias de amor que nunca terminam. Desde histórias de ficção, como Lily e Rufus, Chuck e Blair [*-----------*]. Até histórias perto de mim [né Amandinha? ^^]. Simplesmente porque é esse tipo de história que faz tudo valer a pena.
Alguns desses dão certo para sempre. Outros, terminam antes mesmo de tentarem ficar juntos. E tem os que, por tentar dar certo, perdem a graça. Minha mãe é psicóloga [o Xico disse que é profissão de doido hahaha], e ela disse que algumas coisas são muito comuns de se ver. Como gente que namora, termina, namora, termina, e acha que casando resolve isso. Mas não resolve. Briga, separa e junta de novo, separa e junta... Também disse que é comum que as meninas que perderam a virgindade com caras mais velhos e passaram a namorar, acabarem casando, de tão forte a ligação. A verdade é que esse tipo de relação que se torna especial, diferente das outras. Todos os dramas, jogos, todas as lembranças, risadas, brigas, todos os ódios momentâneos [hahahhaa!], é o que deixa completo, que faz a gente se preocupar, correr atrás, desesperar, seduzir, esnobar e provocar.
Aquele tipo de coisa que, quando some, te faz querer desistir, te deixa sem esperanças... mas quanto volta faz seu coração bater mais rápido e vira seu mundo de cabeça para baixo .

"Longe de você, eu enlouqueço muito mais, eu vivo na espera de poder viver a vida com você"

2 comentários:

xicoarantez disse...

ADOREI ESSE POST.. E VC TA CERTISSIMA DE PENSAR ASSIM. MUITO MADURA.. SÓ UMA COISA: VC CONHECE ALGUM PSICOLOGO NORMAL??? ME APRESENTE. nUnCA cONhECi !

Tainá disse...

obrigada obriagada u.u'
Claro, minha mae é ! xD