15 de dez de 2009

Drama.


Se tem uma coisa que EU NÃO SUPORTO é gente dramática. É aquele tipo de coisa, que me faz revirar os olhos e bufar em milésimos de segundo. Uma história de 'Meu pai e minha mãe não ligam pra mim. Meu namorado não liga pra mim. Eu queria que você pensasse mais nos meu sentimentos, você não sabe nada sobre mim. ' Aaaah, NÃO. Não me importa o que você quer de mim, não vou aconselhar nem ouvir problema de ninguem que faz drama. Começou a chorar intãaao... aí que já era mesmo. Reviro os olhos, respiro fundo, e falo 'tá. terminou?'


Agooooora, se tem uma coisa que é espetacular, é fazer drama. Em ser Drama Queen, sou especialista. Isso significa bater o pé, chorar, implorar e usar de todos os argumentos louváveis possíveis para conseguir o que quer. Tenho uma amiga que a um tempo atras ficou a fim de um amigo meu. Ele ficou com ela, não quis levar nada adiante, mas hoje rasteja nos pés dela. E, como a maioria dos homens, vive tentando tirar casquinha. Minha amiga diz: 'É fulano, beleza, aconteceu aquilo no passado entre a gente, e agora a gente é só amigos, mas você não me vê assim. Você acha que eu sou o que? Um corrimão pra vc passar a mão e ir embora?' Foi o suficiente pra ele colocar o rabo entre as pernas e ir embora. Nós duas começamos a rir dele (666). Dito e feito, ele foi conversar com ela no MSN, pedindo zilhões de desculpas e tratando ela superbem. Aaaaah, o monte de coisas que eu já consegui fazendo drama. Desde ir aquela festa que eu queria e meu pai não queria deixar, até segurar homem por muuuitos meses. E o tanto de coisas que ainda vou conseguir...

Nenhum comentário: