7 de dez de 2009

Gente Anti-Social

Eu juro que não entendo um pingo sobregente anti-social. Mas juntei minhas observações. Quem sabe assim podemos saber um pouco mais sobre esse espécime não tão humano.
Primeira coisa. Vai lá e se enturma vey. Alguem tem que gostar de você ou de alguma coisa que você faz. Ninguem morde, ninguem vai te tratar super mal de cara. Segunda coisa. É um porre ser a única amiga de gente anti-social. Ela acha que você tem que tar lá, plantão 24 horas. De boa, adoro ouvir e ajudar minhas amigas, mas tem que ter um tempo para todas elas né.
"Sua amiga anti-social: Fulana, vem aqui pra casa hoje.
Você: Nem dá. Vou pra casa de ciclana já."
Iiiih, já era.
"Sua amigta anti-social: Mas pra que que você vai na casa dela? Eu que preciso de você. Ela é uma patty ridícula."
Aí fudeu vey. Que me ver puta é ser amiga minha e falar mal das minhas outras amigas na minha frente, principalmente que a maioria sua amiga anti social nem conhece.
Terceira coisa. Complexo de inferioridade. Fala mal, mas paga um paaaau....
"Você: E o pessoal do seu colégio fulana?
Sua amiga anti-social: Todo mundo do meu colégio é retardado.
Você: E o pessoal da sua familia fulana?
Sua amiga anti social: Todo mundo da minha família é ratradado. "
Okey. O mundo inteiro está errado, e ela certa. Todo mundo é chato, e ela, super gente boa. Tinha uma amiga que falava, falava mal. Um dia viraram amigas. Aí só flores né. Brigaram. Voltou a falar mal até cair. [isso é otra coisa que eu odeio. Quem acaba com a amizade sai metendo o pau.].

Nenhum comentário: