1 de fev de 2010

Épocas erradas.


Sabe quando voce acha que nasceu na época errada. Minha época favorita, por exemplo, é com certeza a época mais dificil que o mundo já viveu. De 1900 a 1950. É a época daqueles vestidos maravilhosos, como eu já sonhei no filme Titanic e no Ghost Ship e claro, Breakfast at Tiffanys, e como já li no livro 'Luxo', uma época de aparencias. É a época-auge dos cabarés como em Moulin Rouge, daaquelas cantoras com backing vocals perfeitos que te fazem pensar 'como elas fazem isso?' como em algumas faixas [como 'Sway'] do primeiro album das Pussycat Dolls, e como no unico CD not-trashy da Christina Aguilera, Back to the basics. É a época de atrizes romanticas incuráveis, como Marylin e Audrey. É uma época em que até as propagandas transbordavam glamour. E o principal. É a época da primeira, e da segunda guerras mundias. O que te faz ligar a avioes de guerra norte-americanos. O que te lembra pin-ups maravilhosas. O que te lembra jovens mais maravilhosos ainda. O que lembra charutos. O que, juntando os dois, me lembra a principal dança da época, jive. O que me lembra jukebox. O que me lembra aquelas lanchonetes maravilhosas cheias de luzes com garçonetes-pin-ups de patins. É uma época em que tudo me encanta, mesmo que na realidade tudo fosse mais cinza que isso.


Aproveitando, na lanchonete do Verde Mar, no Diamond Mall, tem uma parede enorma só com propagandas pin-ups da Coca-Cola, algumas relacionadas com a guerra. Eu preciso de falar o TANTO e TANTO que eu babei? Nao queria sair de lá, de jeito nenhum.
"Blair gostava de se achar uma romântica incurável no estilo das atrizes do cinema antigo, como Audrey Hepburn e Marilyn Monroe. Ela sempre se saía com algum truque de filme que estrelava no momento, o filme que representava a vida dela."

Um comentário:

Humberto disse...

Sacanagem, escrevi um comentário enorme e deu erro na hora de enviar. Depois escrevo de novo.

ótimo texto, pra variar.
Bjo.