24 de out de 2010

Dons de leonina.

O que a leonina enxerga.
Iara está fora do colégio conversando com as amigas. Linda, rindo, radiante, se divertindo. Aí todo mundo só ouve aquela música alta com aquele grave batendo, que derrepente, prende a atenção de todo mundo. Os caras para para olhar o carro. As meninas param pra olhar o cara e o carro. Um porsche conversível preto. Fodão. Os queixos dos meninos caem, seguido dos das meninas. Um cara HIPER GATO baixa os óculos escuros na altura do nariz e faz sinal com a cabeça pra ela entrar. Porque, claro, ele NÃO PRECISA de falar. Iara sorri, encabulada, passando as mãos nos cabelos, apesar de ter gostado de toda aquela atenção. Se despede das amigas que estão sem reação com um beijo na bochecha. 'Vejo você depois' e sorri. Tira a mochila que estava em um ombro só, e a arremessa no banco de trás. E, em seguida, pula a porta do carro. Porque claro, todas nós sabemos que portas de conversíveis são inuteis. Elas estão lá para você pulá-las e se sentir mais descolada do que nunca. Ela diz 'oi amor'. Ele apoia o braço no banco dela, e dá um BEEEIJOS DAKELES na frente de todo mundo, e a fila que se forma atrás dele buzinando. Não que ele se importasse. Ou mais alguem. Porque ele podia. Ela para de beijá-lo e ri. Tira os tênis e coloca os pés no painel. Coloca os óculos escuros. E ele, sem tirar o braço de cima do encosto do banco dela, e só com uma mão no volante, acelera cantando pneu. Deixando as meninas com cara de =OOO e os caras com cara de =OOO, e todo mundo com uma única palavra na mente: FODA.

A realidade
#tenso.

2 comentários:

IaraCarvalho disse...

As leoninas são as melhores !HUAHUAHUAHUA

Tainá disse...

Yeeeaaaah ! o/\o