13 de dez de 2010

Ela era ridículamente perfeita. Proibida de namorar antes dos 18, nunca tinha beijado ninguem. Proibida sempre de sair de casa, nunca desobedecia os pais. Nunca pôs uma gota de alcool na boca. Na hora de estudar, estudava. Nas horas vagas, tambem. Notas impecáveis. Cá entre nós, não que fosse fazer alguma diferença. Você passar o ensino médio com uma nota 100 ou com uma nota 60 não vai fazer a menor diferença na sua vida profissional. Ela se dedicava a ajudar os outros. Familiarizada com ninguem, era um pouco amiga de todo mundo. Não confiava em ninguem, sempre menosprezava a si mesma e aos outros, mesmo que em silencio. Nunca ousava, mudava, se rebelava. Nunca falou palavrões. Nunca se exaltava, nunca discutia, brigava com ninguem, nunca falava alto. Ia toda semana para a igreja. Não gostava de festas, baladas, nao via graça no famoso 'curtir a vida'. Embora nunca fosse vista chorando, tambem nunca era vista rindo. Era calma, paciente, insuportável.

3 comentários:

o Humberto disse...

Sandy?

Adorei a constatação de que 60 = 100 no Ensino Médio. Pq ninguém me avisou isso antes?

Tainá disse...

Se a carapuça serve...
Haha, pura verdade!

o Humberto disse...

:P