8 de jan de 2011

Beeem,

eu não sei exatamente como explicar. Vamos ver se tem como passar isso para palavras. Você gostou de razoavelmente muito tempo de uma pessoa. E aí, você tem certeza que não gosta mais, porque as coisas simplesmente não são mais do jeito que eram. Mas, as vezes, dependendo de alguma coisa que essa pessoa, fala ou faz, vc tem um daqueles relapsos, mas logo depois passa. E aí você não tem certeza mais do que sente, se gosta mesmo dele ou não. E por mais que você tenha certeza que não gosta, que não vale a pena insistir, que nunca vai dar certo, você vai lá e aproveita qualquer brecha que aparecer. E é aí que você descobre o por que desses tais relapsos. Você está tão acostumado a dizer que gosta dele, e a falar dele, com a historia do que ele era pra você, que mesmo que isso esteja no passado, que você nao goste mais dele e que ele nao seja mais o que era antes, esse seu costume ainda é presente, é uma coisa só valorizada pelo historico, por tudo o que já aconteceu, por puro costume.
Mas aí você pensa, se tudo isso já passou, se o que você sente é só uma simpatia, mesmo que saiba que continuar insistindo nao vai dar certo, porque voce ainda se sente assim? Essa coisa indefinida? Será que é porque quer voltar a gostar dele?
Aí tá uma que eu não sei responder.

Um comentário:

o Humberto disse...

Vc tem só 17 anos mesmo, Tainá?