10 de out de 2011

3 and a half years.

Essa é a minha parte. A parte racional. Hahaha, é muito estranho falar sobre isso.  Principalmente agora, Principalmente aqui, de um jeito tão... hahahah sei lá. Acho que no geral foi uma enorme perda de tempo. Não estou falando mal de ninguem, estou sendo sincera. As pessoas disse que fiquei mais paciente. Apesar deu não ter reparado isso em mim, acho que é uma coisa que já iria acontecer. Foi uma experiencia, é, foi, mas não me fez crescer de maneira significativa. Mas no fim, acho que me ensinou a bater o pé. A saber decidir se quero ou não alguma coisa pra mim e fazer as coisas mudar. Parar de ficar acomodada, ir alimentando acomodação dos outros e parar de levar as coisas na barriga, e sim realmente fazer as coisas mudarem. 8 ou 80. Quanto a isso estou muito satisfeita comigo mesma e orgulhosa da iniciativa ter sido minha. Mas ainda acho que eu deveria ter feito isso antes. Achei que ia ser muito difícil acabar tudo depois de tanto tempo, mas ta sendo bem mais fácil do que esperava. Achei que ia sentir falta de conversar com você, mas não sinto. Por um lado, acho que escolhi uma ótima época, porque foi no momento que eu decidi. Por outro lado acho que foi uma péssima época porque eu nunca passei tanto tempo sozinha como estou passando agora, já que todos meus amigos namoram e ta todo mundo preocupado com vestibular.  Mas nada de melodramático nisso: eu nunca tive problemas com ficar sozinha (graças a deus por isso), e apesar de adorar a companhia dos meus amigos, sei me dar muito bem comigo mesma. Por muito tempo você serviu pra me distrair a agora várias vezes me sinto entediada. Mas talvez isso venha chamar minha atenção para outras coisas que antes eu não dava tanto valor.  Tirando a parte de estar entediada, eu não tenho problema nenhum em não estar gostando de alguém. Mas talvez isso mostre que já a muito tempo o que eu sentia em relação não fosse realmente gostar de alguém, mas puro entretenimento. Muitos diriam que se a razão para ter continuado a conversar com você por tanto tempo foi entretenimento, eu estava errada. Discordo totalmente. Acho que manter contato tanto por gostar de alguém quanto por entretenimento são razões válidas o mesmo tanto. Mas eu sempre pesei o valor das coisas. Posso fazer alguma coisa que todos mundo acha errado, mas se eu pensar e medir as possíveis conseqüências antes e se essa coisa vale mesmo a pena, eu vou fazer. Você e o seu entretenimento barato não valiam mais.

Nenhum comentário: