30 de abr de 2012

My Skins - ficha principal

-Tema Principal: -O tema principal ia ser bem x mal, e como todo mundo tem um lado humano e um lado sombrio. (Já falei sobre o quanto e por que gosto de trabalhar com opostos aqui)- obs: os parêntesis 'vazios' tem spoiler em branco, e vírgulas pretas separaram os spoilers em ordem temporal, pra vc ter uma ideia até onde pode ler. Seleciona o texto se não se importar. Teste aqui: (testetestandotestando... parabéns !)
-Motivo de 'mudança': -Toda geração de Skins tem um 'acontecimento' entre a temporada 1 e 2 e é responsável por movê-la. (na G1 o acidente do Tonyna G2 a menina que suicida na buácthye na G3 a morte da Grace). Penso que a mudança da minha geração ia ser alguma coisa que faça os jovens pensarem que ser honesto não tá com nada (claro q todo mundo ia fazer tudo baseado nisso e quase morrer de tanto apanhar da vida no fim). Tirei a ideia do professor mais tchuco de Skins: Dougie. Vai ter uma professor que tipo, mantem o colégio nos eixos e funcionando exemplarmente. Mas ele faz isso pq ouve os alunos e trabalha com eles, não contra eles. Todos os alunos o amam, e sem ele, o colégio vira um caos total. Ele vai levar um tirou ou algo do tipo [?]
-Personagens:
Danny: Não é o nome definido. Tem que ser algum nome que permita que o pai a chame de alguma coisa doce e menininha, mas q tenha um sentido totalmente diferente pros meninos. Seu jeito de vestir é bem resguardado, e seu quarto tambem. Ela mente boletins e mente para onde vai tão bem que seu pai não desconfia nem um pouco do que realmente acontece. Ela pede a ele pra dormir na casa da amiga vendo um filme e comendo pipoca, vai pra boate e pega todos. Família: Ela é criada pelo pai e não tem mãe (o pai sempre tende a ver a filha como 'princesa'), mas a madrasta fraga quem ela é e elas vivem um pouco em pé de guerra. (madrasta nova).Ela não sabe quase nada sobre a mãe. Under Danny's skin: Ela se acha uma pessoa horrível por dentro... tipo, sua essência. Ela queria gritar pros sete mundos: gosto de encher a cara desmaiar e pegar os homens, mas ela sabe que se fizesse isso, se revelasse quem ela realmente é (ou acha que é, não sei ainda), ela ficaria sem amigos, família, sem ninguém. E por isso ela não conta pra NINGUEM sobre realmente TUDO que ela faz. O 'falldown' dela: Ela se envolveu com um cara do trabalho do pai dela, e faz um vídeo safadinho pra ele. Vai ter alguma briga na empresa e o cara vai passar o vídeo pro pai dela. Boom, tudo começa a desmoronar e as verdades a serem desenterradas a partir disso. Isso em um momento crucial da vida dela: ela está vivendo momentos perfeitos com duas perfeições masculinas na sua vida: uma é seu pai. A outra é um cara (que ainda não decidi se vai ser principal, ou se surge na segunda temp) que a coloca num pedestal. Ela costuma odiar caras que a idealizam, e que olham para ela diferente, mas por esse ela vai apaixonar. Aparência: RUIVA. RUIVA, RUIVA. 
Anne Marie: ou algo do tipo, tem que ser alguma coisa certinha e virginal. É a típica 'menina para casar. Tem aquela voz enjoadinha, vai na igreja toda semana, não bebe. Namora tem 5 anos e pretende se casar (realmente) virgem com esse mesmo menino. Notas exemplares. Cuida da casa. Futuro brilhante pela frente, a cara da elegância. SEMPRE se faz de vítima. Daquelas que chora e faz aquela mobilização descomunal que todo mundo fica com dó dela e querendo ajudar. Quando fica doente então, puta que pariu, manhosa pra tudo. Enjoada demais. Under Anne Marie's skin: Ela busca por aprovação, só sei disso. Fall down dela: aqui

Nenhum comentário: